CLÁSSICO REI - Afinal, quem é melhor ?

Às vésperas da decisão do Estadual, O POVO comparou os times titulares de Leão e Vovô

O Clássico-Rei, neste Estadual, tem sido marcado pelo equilíbrio extremo. Uma vitória para cada lado, com apenas um gol de vantagem e poucas chances reais. Histórico que complica qualquer análise de favorito para a decisão entre Fortaleza e Ceará, que começa amanhã. O POVO, no entanto, fez uma comparação entre os elencos. Atribuiu pontos a cada confronto de posição para tentar conferir se alguém leva vantagem. O resultado favoreceu ao Vovô. 
 O sistema adotado é simples. Com dois esquemas 4-3-1-2, ficou fácil promover duelos jogador por jogador. Quem levasse a vantagem ficava com três pontos. Empate entre os avaliados, um ponto para cada lado. Dessa forma, o Ceará terminou a disputa com 19. O Fortaleza, com 13.
No geral, o time de PC Gusmão levou a melhor no gol, na lateral-direita, no primeiro volante, na armação e em um dos atacantes. Já o pessoal de Nedo Xavier ganhou com os zagueiros e na lateral-esquerda. Ninguém venceu entre os segundo e terceiro volantes e muito menos no segundo atacante. A disputa entre os comandantes também foi parelha, terminando empatada.

Sem favorito
"Na minha avaliação, a defesa do Fortaleza é melhor, mas o ataque do Ceará é mais eficiente", argumenta o comentarista da TV Jangadeiro Jussiê Cunha. "Sinceramente, não consigo enxergar favoritismo neste Clássico-Rei", completa o jornalista, que enxerga vantagem para o Ceará apenas pelo fato de o time jogar por dois resultados iguais por causa da melhor campanha na fase classificatória. 
O discurso de que entre Fortaleza e Ceará não há favorito também domina os discursos dos elencos. No Ceará, a vantagem no regulamento não anima. "Isso não vai fazer com que o time relaxe. O nosso objetivo é vencer”, garante o atacante Mota. “Sabemos que o Ceará tem a vantagem do empate, mas pela rivalidade e nível das equipes, acredito que seja improvável termos dois resultados iguais nessas partidas", avalia o zagueiro tricolor Cléber Carioca.
 Análise
“A defesa do Fortaleza é melhor, mas o ataque do Ceará é mais eficiente” 
Jussiê Cunha, comentarista da TV Jangadeiro 

João Carlos x F. Henrique
Dois bons goleiros e protagonistas de ótimos momentos no Estadual. Porém, mais experiente e há mais tempo no clube, FH leva essa

Rafinha x Apodi
Atacam muito e são fundamentais. Apodi, no segundo turno, se firmou como o atleta mais rápido do Estadual e foi decisivo

Ciro Sena x Thiego
Com bom poder de antecipação e uma eficiência invejável no ataque, Ciro é o melhor zagueiro do campeonato.Ponto para o Leão

Cléber Carioca x Potiguar
Embate com vantagem para o Leão. Ainda jovem, Potiguar peca no posicionamento. Já Cléber, bem regular, é líder no Fortaleza

Kauê x Márcio Carioca
Dois laterais razoáveis e com bom poder de marcação. Kauê acaba ganhando pelos poucos momentos em que fez a diferença na frente

Leandro x Heleno
Heleno é versátil. Funciona como zagueiro e é um jogador mais rodado. Ambos pecam no passe. Assim, ponto para o Ceará

Marielson x Régis
Um duelo equilibrado. Dois volantes que chegam bem ao ataque e depois que ganharam a posição melhoraram seus times. Empate

Esley x Eusébio
Ambos fazem um campeonato muito regular. Ajudam na criação e são os pulmões dos dois meios campos. Outro empate

Geraldo x Rogerinho
O meio-campista alvinegro é mais intenso e tem maior poder de decisão. Mesmo com nove gols, Geraldo tem sido irregular

Cléo x Felipe Azevedo
Dois jogadores fundamentais. Sem eles, Fortaleza e Ceará caem de produção. Com características diferentes, são os destaques dos rivais

Jaílson x Mota
Mota é mais técnico e tem sido mais decisivo que Jaílson. Além das assistências, fez 14 gols. É líder do time e ídolo da torcida

Nedo Xavier x PC Gusmão
Não dá para dizer quem é melhor. Ambos tem bons trabalhos na carreira e fizeram de Fortaleza e Ceará times competitivos

(Fonte: O Povo)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: