Ceará cede empate para o São Caetano nos acréscimos e amarga mais um tropeço em casa

No fim do primeiro tempo, Éder empatou a partida num lance em que o goleiro Fernando Henrique, do Ceará, reclamou de ter sofrido falta dentro da área (Foto: Fco Fonetele/ O POVO)No fim do primeiro tempo, Éder empatou a partida num lance em que o goleiro Fernando Henrique, do Ceará, reclamou de ter sofrido falta dentro da área (Foto: Fco Fonetele/ O POVO)
Num jogo tenso e cheio de oportunidades, o Ceará deixou escapar uma vitória sobre o São Caetano nos acréscimos do 2º tempo. O Vovô empatou de 2 a 2 e gerou frustração na torcida que foi na noite desta terça-feira (17) ao estádio Presidente Vargas. O gol de empate dos paulistas foi marcado aos 46 minutos por Éder. Dois minutos antes, Mota tinha colocado o Vovô na frente. O Alvinegro está com 12 pontos na Série B do Brasileiro e volta a jogar em casa, sábado, frente ao ASA-AL.

A primeira oportunidade o jogo foi com Eusébio. Ele disparou da entrada da área e o goleiro do São Caetano rebateu. A pressão em busca do gol era toda do Ceará no primeiro tempo. O time paulista só se defendia. Aos 37 minutos, um pênalti garantiu ao Vovô a abertura do placar. Leandro Chaves recebeu o lançamento na área e foi derrubado. O atacante Mota bateu com categoria e fez 1 a 0.

Após o gol, o São Caetano resolveu sair para o jogo. A equipe subiu ao ataque e começou a criar chances de gol. Aos 44 minutos, Éder empatou a partida num lance em que o goleiro Fernando Henrique, do Ceará, reclamou de ter sofrido falta dentro da área. O árbitro José de Caldas Souza afirmou que a jogada foi normal.

No início da segunda etapa, o São Caetano ficou com um jogador a menos em campo. Moradei, que já tinha cartão amarelo, tentou impedir um contra-ataque do Vovô com falta e acabou expulso. Em seguida, o técnico PC Gusmão lançou Thiaguinho e Romário para darem mais ofensividade ao time alvinegro.

E o Ceará esteve perto de fazer o segundo gol, aos 14 minutos. O atacante Mota bateu para o gol e a zaga salvou quase na linha da meta do goleiro Fábio. O São Caetano se sustentava como podia. Com apenas 10 atletas em campo, a defesa do Azulão ficava mais vulnerável ao ataque alvinegro.

Nos últimos minutos, Samuel Santos evitou o gol do Ceará com a mão dentro da área. O juiz deu pênalti e expulsou o jogador do São Caetano. Mota bateu com tranquilidade e colocou o Vovô mais uma vez na frente do placar. Quando o jogo parecia definido, o time paulista empatou novamente. Aos 46 minutos, Éder cobrou falta com perfeição e definiu o resultado da partida em 2 a 2. (Rogério Gomes - rogeriogomes@opovo.com.br)
Campeonato Brasileiro - Série B

São Caetano 2
Fábio; Samuel Santos, Gabriel, Wagner e Diego; Augusto Recife, Moradei, Éder e Marcelo Costa (Marcone); Leandrão (Somália) e Geovane (Danielzinho). Técnico: Sérgio Guedes
 
Ceará 2
Fernando Henrique; Apodi, Thiego, Vitor Hugo e Eusébio; Jardel (Thiaguinho), Heleno, Leandro Chaves (Henrique Dias) e Rogerinho; Mota e Itamar (Romário). Técnico: PC Gusmão

Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 17/7/2012
Árbitro: José de Caldas Souza
Assistentes: Edilson Frasão Pereira e Ciro Chaban Junqueira
Cartões amarelos: Thiego (C), Fernando Henrique (C), Romário (C), Mota (C), Apodi (C), Fábio (S), Éder (S), Somália (S), Augusto Recife (S), Danielzinho (S)
Cartões vermelhos: Moradei (S) e Samuel Santos (S)
Gols: Mota, aos 37min, Éder, aos 44min do 1º tempo e aos 46min do 2º tempo; Mota, aos 44min do 2º tempo
Renda: R$ 127.949,00
Público total: 10.086 
Público pagante: 9.193 (893 não pagantes)
(FONTE: O Povo)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: