Com casa cheia, Fortaleza bate o Santa Cruz e mantém boa fase na Série C

Rafinha fez o primeiro gol do Tricolor (Foto: Gabriel Gonçalves/O POVO)Rafinha fez o primeiro gol do Tricolor (Foto: Gabriel Gonçalves/O POVO)
Sabe aquele dia em que tudo dá certo para um time. Pois é, foi assim com o Fortaleza no jogo contra o Santa Cruz, na tarde deste domingo (12), no PV. No embalo da torcida, o tricolor fez sua melhor partida na competição e venceu por um convincente 2x0. Com o resultado, o time de Vica manteve a vice-liderança do grupo A da Série C, ficando atrás do Luverdense.
O Leão agora se prepara para dois confrontos domésticos na competição. No domingo, vai a Juazeiro do Norte enfrentar o Icasa. No sábado seguinte, recebe o Guarany de Sobral, em casa.
O jogo
Fortaleza e Santa Cruz fizeram um jogo digno da pecha de clássico nordestino. Muita pegada e boas chegadas no ataque dos dois lados. No 1º tempo, o clube coral assustou num lance em que Dênis Marques saiu cara a cara com o goleiro e Lopes fez ótima defesa. O Fortaleza respondeu com dois chutes perigosos de Élton e Waldison, que fizeram a torcida gritar "Uh!" nas arquibancadas.
A etapa final começou com o Fortaleza no ataque. Não demorou para o time abrir o placar. Aos 12 minutos, o lateral Rafinha apareceu como elemento surpresa na área, e, numa jogada típica de atacante, limpou da zaga e bateu forte na saída do goleiro. Após o gol, Zé Teodoro mexeu na equipe, deixando um time com três atacantes. Já Vica fez substituições mais cautelosas e acabou vencendo o duelo tático entre os técnicos.
Com o gol de Waldison, que entrou em velocidade na área após bom passe de Assisinho, o Fortaleza encaminhou os três pontos. O Santa Cruz ainda teve a chance de diminuir, com um pênalti a seu favor. Mas tudo dava certo para o Fortaleza naquele momento. Dênis Marques foi para a cobrança, o goleiro Lopes foi na bola e defendeu. Era tarde para uma reação coral. A vitória estava assegurada e a festa garantida.
FICHA TÉCNICA
Data: 12 de agosto de 2012
Local: estádio Presidente Vargas
Árbitro: Paulo Sérgio Oliveira (Fifa)
Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Flávio gomes Barroca (RN)
Cartões amarelos: Edson Borges, Tiago Costa, William (S) e Esley (F)
Renda: R$ 414.570
Público 18.123 pagantes (973 não pagantes)
Gols: Rafinha (12 do 2º tempo) e Waldison (25 do 2º tempo)
FORTALEZA (4-4-2): Lopes; Rafinha, Micão, Cléber Carioca e Guto; Elton (Fabrício), Esley, Marielson (Leandro) e Geraldo; Assisinho (Jaílson) e Waldison.
Técnico: Vica
SANTA CRUZ (4-4-2): Fred; Memo, William, Edson Borges e Tiago Costa (Éverton Sena); Chicão (Luciano Henrique), Sandro Manoel (Flávio Caça Rato), Renatinho e L. Oliveira; Fabrício Ceará e Dênis Marques. Técnico: Zé Teodoro
(FONTE: O Povo)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: