CEARÁ - Durou pouco tempo

Fraca campanha no Estadual se soma à eliminação na Copa do Nordeste e provoca a queda de Ricardinho
As duas derrotas em três jogos disputados na segunda fase do Campeonato Cearense foram a gota d´água. O técnico Ricardinho - que já era contestado após a eliminação para o ASA, em um Castelão lotado, na Copa do Nordeste - foi demitido ontem pela diretoria do Alvinegro.

Técnico Ricardinho teve aproveitamento de 43,58% Foto: Lucas de Menezes

Com o revés para o Icasa, por 2 a 0, na quarta-feira, no Romeirão, o treinador passou a noite em reunião com a diretoria do clube, momento em que foi decidida a saída de Ricardinho, que havia assumido a equipe em novembro de 2012, começando no dia 26 de dezembro.

Saem com ele, os auxiliares Rodrigo Pozzi e Anderson Silva e o preparador físico George Castilhos.

Para o Clássico-Rei deste domingo, 17, na Arena Castelão, o Ceará será comandado por Dimas Filgueiras, que, mais uma vez, assume interinamente.

Resultados
O presidente alvinegro, Evandro Leitão, anunciou a saída do treinador por volta das 22h30. "Tivemos uma conversa boa, esclarecedora. Não temos nada contra o Ricardinho, mas os resultados não estavam aparecendo. Isso é normal no futebol. Se não tem resultado, alguma coisa precisa mudar", explicou o dirigente, sem ter muita coisa a acrescentar à decisão que foi tomada.

O aproveitamento do treinador foi sofrível. Ricardinho fez 13 jogos no comando do Ceará, ganhando 43,58% dos pontos disputados no período.

Curiosamente, o time se apresentou melhor na Copa do Nordeste, enfrentando adversários mais fortes do que os do Campeonato Cearense. No torneio organizado pela CBF, o torcedor e a diretoria puderam acompanhar vitórias sobre times fortes, como Bahia e Vitória, na casa dos rivais, com o Alvinegro mostrando bom entrosamento e competitividade. Algo que não vem acontecendo no "quintal de casa".

Sem correr risco

Na atual segunda fase do Cearense, além do Icasa, o Ceará perdeu também para o Guarany de Sobral, no PV, por 2 a1, batendo apenas o Tiradentes por 4 a 0.

Na noite de ontem, antes de ser anunciada a demissão, o clima era de mistério na alta cúpula do Ceará. Por várias vezes, os dirigentes informavam que não poderiam atender à imprensa, visto que, estavam ocupados com a reunião em que a pauta principal consistia numa avaliação do trabalho da comissão técnica alvinegra.

Uma fonte ligada ao presidente Evandro Leitão chegou a informar que ele estava receoso em mudar o comando técnico justamente às vésperas do clássico contra o Fortaleza, o que leva a crer que a vitória tricolor frente o Guarany de Sobral ontem à noite pode ter influenciado _ o rival é o líder da segunda fase. A saída emergencial foi a de sempre: recorrer à solução caseira, Dimas Filgueiras.

O presidente Evandro Leitão ficou de ir, hoje à tarde, a Carlos de Alencar Pinto para se reunir com os jogadores, a fim de saber o que estaria faltando para realizar uma campanha compatível com o investimento feito.

SAIBA MAIS
Mota quer jogar
O Ceará espera reverter todo o quadro de maus resultados no Clássico-Rei de domingo, contra o Fortaleza. Para colaborar com essa reversão no quadro, o atacante Mota quer participar desse jogo, em que pese estar se recuperando de uma lesão na parte posterior da coxa. Hoje, os médicos vão avaliá-lo para saberem se poderá jogar

Vicente retorna
Quem tem retorno confirmado é o lateral-esquerdo Vicente, que cumpriu suspensão automática por expulsão. Enquanto isso, o zagueiro Cleiton continuará de fora, por causa de lesão muscular. Os dirigentes pretende partir para mais contratações, como a de zagueiro e volante, até o dia 27 de março

Ivan BezerraRepórter

(FONTE: O POVO)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: