CEARÁ - FICA NO EMPATE CONTRA HORIZONTE

Ceará fica no 0 a 0 com o Horizonte no Castelão. Alvinegro não havia empatado ainda nesta edição do Estadual
Após ter goleado o adversário no estádio Domingão, quarta-feira passada, esperava-se mais do Ceará, ontem à tarde, no jogo do Castelão, contra o Horizonte, pela oitava rodada do Cearense. Entretanto, mesmo tendo criado boas chances no primeiro tempo, quando colocou uma bola na trave, o Vovô não soube sair da marcação do rival e encarou o seu primeiro empate na segunda fase do Estadual 2013.

Magno Alves teve atuação discreta e contou com poucas chances no Castelão Foto: Natinho Rodrigues
O Ceará ocupa agora a terceira colocação do campeonato, com 13 pontos ganhos. Já o Galo do Tabuleiro é o 6º lugar, tendo obtido 11 pontos.

A equipe orientada por Leandro Campos só volta a atuar no Estadual, no próximo dia 7, quando enfrenta o Ferroviário, também no Castelão, enquanto o Horizonte pega o Fortaleza, no mesmo dia, no Domingão.

Ao contrário do jogo anterior, quando atuou aberto, partindo para cima do Ceará, o Horizonte resolveu utilizar uma tática diferente. Jogou atrás da linha da bola, tirando o espaço do rival.

O Ceará tentava encontrar espaços com muita dificuldade e isso tornou o jogo insosso nos primeiros minutos. Tanto é que o primeiro momento de maior emoção somente surgiu aos sete minutos, e foi para o Horizonte. Reginaldo Júnior fez um cruzamento da esquerda, no rebote da zaga, Erivélton ficou de frente, mas chutou por cima.

Bola na trave
O meia alvinegro Ricardinho não estava num de seus melhores dias, mas a primeira situação real de perigo contra o Galo veio de seus pés. Aos 16 minutos, ele recebeu a bola da entrada de área e chutou forte, a bola bateu no travessão e retornou para a frente do gol, onde estava Magno Alves. Este encheu o pé e o goleiro Jéfferson espalmou.

Passaram mais cinco minutos de jogo morno, até que surgiu mais um lance de perigo. O Horizonte teve um direito a um escanteio. Após a cobrança, o zagueiro horizontino Breno raspou de cabeça, mas Fernando Henrique espalmou novamente.

Após isso, apenas dois chutes de Magno Alves, um aos 25 e outro aos 30, levantaram a torcida na primeira etapa.

Substituição

Para o segundo tempo, Leandro Campos sacou Ricardinho para a entrada de Mota, que jogaria mais próximo do ataque.

A tática quase deu certo. Num contra-ataque, houve rebote da zaga do time da Região Metropolitana. Everton pegou a sobra, mas bateu para fora.

O Galo tentou surpreender aos 21 minutos. Reginaldo Júnior dominou na área, chutou rasteiro e Fernando Henrique defendeu com a perna direita.

Roubando a bola e buscando o contra-ataque, o Horizonte ainda levou perigo aos 33 minutos. Erivelton avançou pela esquerda e mandou uma bomba no canto, mas Fernando Henrique voou no canto para espalmar.

Bem que o Ceará poderia ter feito o gol aos 36, mas Vicente mandou a chance para fora, deixando o placar em branco.
























(FONTE: DIARIO DO NORDESTE)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: