CEARÁ - TUDO PRONTO PARA A PRESSÃO

No jogo decisivo pela Copa do Brasil, técnico arma o Ceará no ataque para não correr riscos hoje contra o Ceilândia
Se o Ceará precisa vencer hoje para avançar na Copa do Brasil após empatar sem gols na casa do adversário, nada melhor que armar uma blitze ofensiva para encurralar o rival. Esta é a meta do Alvinegro hoje, às 22 horas, na Arena Castelão, contra o Ceilândia/DF, pela partida de volta da 1ª fase do torneio.

Lulinha é uma das várias opções ofensivas do Vovô para a partida de hoje Foto: WALESKA SANTIAGO


Além de garantir o poderio ofensivo, a tática também visa deixar o adversário longe do gol alvinegro, e assim não correr riscos lá atrás. Com isso, o técnico Leandro Campos terá pelo menos seis jogadores de característica de ataque logo de início: os laterais Rafael Cruz e Vicente - sempre fortes no apoio -, o meia Ricardinho, além dos atacantes Lulinha, Mota e Magno Alves, com os dois primeiros também fazendo a função de meias.

O treinador ressaltou que sua equipe buscará o gol o tempo todo, no intento de conseguir a vaga no tempo normal - lembrando que um novo empate em 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. "Queremos buscar o resultado, a vitória, e não colocar em risco, sob hipótese alguma, a nossa classificação. Não haverá nenhum relaxamento ou desmerecimento (ao rival). Por ter respeito ao Ceilândia, vamos tentar nos impor e buscar o resultado o tempo todo", argumentou.

O exemplo de jogo ideal para o treinador alvinegro é o do domingo passado, na vitória contra o Ferroviário. Para ele, no triunfo de 2 a 0, o Vovô não permitiu ataques corais e teve agressividade. "A equipe marcou corretamente, não permitiu muitos ataques e ainda criou várias chances, podendo ter vencido por um placar mais elástico. Então, hoje, espero que mesmo jogando em um 4-4-2 como naquele jogo, e agora praticamente com três atacantes, a equipe se mantenha equilibrada", analisou.

Primeira vez
Ao formatar a equipe titular em treinamento tático com Mota e Magno Alves juntos na frente, Campos escalará pela 1ª vez a dupla no início de uma partida.

Magno sempre foi titular no time de Leandro Campos, mas Mota foi gradativamente entrando no decorrer dos jogos, e agora terá sua chance. "Desde a minha chegada, preparo o Mota para atuar, com paciência, colocando eles aos poucos, trabalhando a parte física, técnica e tática, para que no momento exato o lancemos como titular. E agora chegou o momento dele".

Ceilândia
O Ceilândia vem de vitória sobre o Brasília no campeonato candango, e o técnico Adeilson tem revezado seus experientes jogadores, como Dimba e Rosembrick. Sua única dúvida está no ataque: entre Cassius e Vitinho.

Técnico explica ausência do meia Gabriel
No treinamento de ontem, no Vovozão, Leandro Campos surpreendeu a todos ao sacar o jovem Gabriel da equipe titular, já que ele marcou um dos gols da vitória no clássico com o Ferroviário, no último domingo.

O técnico alvinegro justificou a saída do garoto para a entrada do atacante Mota. "Temos de reconhecer o desempenho que ele teve no domingo, mas o Gabriel não pode ser avaliado só pelo gol que fez e sim pelo geral. O jogo de hoje tem um caráter decisivo e a experiência e a qualidade de Mota são necessárias. Apesar da escolha inicial, Gabriel deve participar do jogo".

VLADIMIR MARQUES
REPÓRTER






















(FONTE: DIÁRIO DO NORDESTE)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: