Dirigentes nacionais do PSB fortalecem Campos


No PSB, Campos não é, porém, unanimidade: os irmãos Cid e Ciro querem apoiar reeleição de Dilma e mais debate no PSB sobre rumos na sucessão presidencial
Por: Redação Web
Os dirigentes regionais do PSB se reuniram, na noite desta segunda-feira (22), em Fortaleza, para avaliar os reflexos no Ceará da pré-candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência da República, e decidiram encaminhar nesta terça-feira (23) à Executiva Nacional da sigla um debate mais amplo sobre os rumos da agremiação com vistas às eleições de 2014.
O grupo dos irmãos Cid e Ciro Gomes entrou em rota de colisão com Eduardo Campos que ontem ganhou apoio de senadores, deputados federais e dirigentes nacionais do PSB para se manter pré-candidato. O comando nacional socialista trabalha com a possibilidade real de ter o governador de Pernambuco como candidato ao Palácio do Planalto.
Cid e Ciro Gomes constroem outro caminho e são defensores da aliança do PSB com o PT em apoio à reeleição de Dilma Rousseff. O conflito tem ficado cada vez mais evidente com as declarações de Cid e Ciro direcionadas a Dilma e de restrições à pré-candidatura de Eduardo Campos.
Outra preocupação, com esse cenário, marca os próximos passos políticos dos irmãos Cid e Ciro Gomes: a construção de um caminho partidário para filiar os aliados e, principalmente, os pré-candidatos majoritários. Um dos pré-candidatos a governador é o Ministro dos Portos, Leonidas Cristino. 
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: