MÚSICA - TIAGO IORC FAZ SHOW NA CAPITAL

O músico Tiago Iorc apresenta-se pela primeira vez em Fortaleza com novo CD e canções em português 

Ninguém falou que ele podia, nem indicou ponte ou guia, mas Tiago Iorc seguiu na ventania. Surpreendendo e acertando com delicadeza, o cantor que já itinerou por América do Norte, Europa e Ásia aventura-se pela primeira vez nas terras a norte e a nordeste do país em que nasceu. 

Criado entre Brasil, Inglaterra e Estados Unidos, Tiago Iorc lança seu primeiro disco em português
Em Fortaleza, o show em formato íntimo, com voz e violão, acontece no domingo, às 19h no Teatro do Via Sul Shopping.

Em turnê durante quatro meses por 30 cidades brasileiras, das quais 14 são capitais, Tiago apresenta-se com o repertório dos três álbuns de carreira: “Let Yourself In”, de 2008, “Umbilical”, de 2011 e o recém-lançado “Zeski”, inicialmente disponibilizado em versões digitais (iTunes, Amazon e Deezer) antes de se tornar físico nas lojas.

Se o primeiro álbum marca uma estreia mais pop e comercial, com baladas ao som do inseparável violão e da melodiosa voz de Iorc, como o hit “Nothing But a Song”, além do delicadíssimo cover de “My Girl”, da banda The Temptation, o segundo CD é de tom mais íntimo e profundo, uma verdadeira experimentação de Tiago na própria música. O título é bastante apropriado: “Umbilical” reflete calma, conforto e uma extrema conexão com a sensibilidade musical. “Story of a Man”, a primeira faixa, que o diga.

O último disco revela uma série de amadurecimentos e desafios para o cantor. “Zeski simboliza reencontro, um retorno ao que sempre foi mas que ainda não havia se manifestado”, é a definição autoral do ponto culminante da carreira até agora. 

“Eu visualizo como sendo uma evolução natural das coisas que eu vivi. De certa forma é uma versão atualizada do que sempre fui, talvez com as arestas um pouco mais aparadas agora e mais aberta também para experimentar outras coisas, como cantar em português”, descreve Tiago Iorc.
Língua materna

Tiago Iorc nasceu em Brasília, mas saiu do Brasil com apenas dez meses de idade para morar até os cinco anos na Inglaterra. Também residiu nos Estados Unidos. Nada mais lógico para a criança que aprendeu a pensar em inglês antes do português que as letras de suas futuras músicas fossem no tal do “idioma mundial”, onde considera expressar-se melhor.

Os dois primeiros discos de Iorc são only in English, mas “Zeski” constrói uma espécie ponte de volta à terra natal, ao mesmo tempo em que não nega os ambientes em que o músico cresceu. O álbum reflete a dualidade presente em Tiago Iorc. Como o músico mesmo diz, é um retrato fiel da sua história sempre envolvida em duas culturas. Pela primeira e tão aguardada vez, o cantor compõe em português. E acerta no mesmo tom em que acertou as músicas em inglês.

Logo após “Zeski”, a inesperada faixa completamente instrumental localizada na metade do álbum, é como se uma vitrola antiga virasse o disco para o outro lado e mostrasse uma nova face de Tiago. "Um Dia Após o Outro" também surpreende os desavisados pelo ritmo um pouco mais agitado, com batidas mais marcadas. A faixa conta a participação do músico Daniel Lopes na guitarra e no vocal.

Aliás, todas as músicas em português envolvem outros artistas. “Eu quis dividir esse momento como uma celebração mesmo dessa parte do disco, dessa conversa com meu lado brasileiro”, confessa Tiago.
“Música Inédita” tem vocais divididos entre Tiago e Maria Gadú numa interpretação mais romântica da faixa original da banda gaúcha Cidadão Quem. O cantor Silva também contribui com a canção “Forasteiro”, que muito reflete a aventura de Iorc pela composição na língua que não estava acostumado.

Por fim, um cover de “Tempo Perdido”, de Legião Urbana, que revela uma delicadeza ainda não explorada da canção pelo dedilhado pausado do violão e a voz carregada de sentimentos de Iorc.

No meio de um redemoinho de pop rock e folk, Iorc dá um salto criativo, inova, mas não perde a assinatura.
“Não tem muita regra sobre o que vai ser feito, eu sou muito intuitivo, eu gosto de ir fazendo o que parece ser uma sensação certa”, explica o compositor. Para ele, agora tudo é possível, inclusive um dia chegar a compor um álbum exclusivamente em português.

Mais informações:
Show Tiago Iorc.
Hoje, às 19h, no Teatro do Via Sul Shopping – Av. Washington Soares, 4335
Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) 
À venda na bilheteria do Teatro (3º piso) e no site: www.ingresso.com
Contato: (85) 3052.8027
(FONTE: Diário do Nordeste)
Share on Google Plus

About Max Wenderson

0 comentários: