Mundial de Clubes: Até onde vai a zebra?

Neste sábado, no Marrocos, conheceremos o clube campeão do mundo, a honraria máxima para uma agremiação de futebol. Real Madrid e San Lorenzo disputarão a final às 16:30 (horário de Fortaleza), em mais um clássico duelo entre europeus e sul-americanos. Uns vão dizer que o Real vai colocar time B, e que o pessoal da Europa não liga para esse Mundial.

Só que estamos falando do Real Madrid, considerado por muitos e pela própria FIFA, o maior clube da história do futebol. Um buscador de recordes. 10 vezes campeão europeu e três vezes campeão do mundo. Além de fato de o time estar buscando o recorde de vitórias seguidas que pertence ao Coritiba. O time merengue já tem 21 triunfos consecutivos, faltam mais quatro. Coisa que Cristiano Ronaldo e seus companheiros não abrirão mão.

O San Lorenzo, aos trancos e barrancos, e contando com a sagrada torcida do Papa Francisco, conseguiu o título inédito da Libertadores, viu seu time perder peças e quase perder para um time semi-profissional da Nova Zelândia na semifinal. Irão dizer que será um estupro em campo por parte dos espanhóis, mas diziam a mesma coisa em 2005, 2006 e em 2012... O futebol é aquele esporte maluco, em que o tamanho e peso da camisa viram pó diante de um escanteio bem batido, uma bola perdida perto da área, um erro da arbitragem... o velho e reles detalhe.

Vai ser pegado. Será a raça e a esperança contra a técnica e a certeza. A fé em ganhar contra a ciência de dar show com a bola. Espanha contra Argentina, Europa contra América do Sul. Um brinde ao futebol. Será incrível.

Share on Google Plus

About Redação Camocim Classificados

0 comentários: